SolarView

Retrospectiva 2019: o que aconteceu no mercado de Geração Distribuída?


Fim de ano, momento de fazer o balanço dos fatos ocorridos e planejar o ano que está por vir. Para não perder o costume, fizemos uma retrospectiva 2019
voltada para o mercado de Geração Distribuída.

Confira também o que aconteceu em 2017 e em 2018.
 
Neste conteúdo, você vai relembrar os acontecimentos mais marcantes para a Geração Distribuída que ocorreram em 2019. Entre eles, o marco de potência instalada, o evento destaque do ano, lançamentos relevantes para o setor, a revisão da REN 482, os movimentos de crescimento da GD, economicamente e socialmente.

Marco:  potência instalada de mais de 1GW

A energia solar fotovoltaica deu um grande salto nos últimos três anos. Segundo o presidente da ABSOLAR, no final de 2016, a energia fotovoltaica no Brasil era entre 80 e 90 gigawatts (GW), cerca de 0,1% da matriz energética nacional.

Em 2019, o Brasil já conta com 3 GW em operação de geração solar fotovoltaica. Cerca de 2 GW são da geração centralizada (em sua maior parte contratada por meio de leilões) e outro 1,08 GW em geração distribuída.

Intersolar: Evento destaque do ano

A maior feira da América do Sul do setor, a Intersolar South America, recebeu 25.000 visitantes e 1.600 congressistas entre 27 a 29 de agosto de 2019.

Além disso, 295 expositores estiveram presentes, entre eles, a SolarView que lançou novas soluções na feira.  Segundo fala do Rodrigo Sauaia,  presidente da ABSOLAR na abertura da 5ª Intersolar South América, os investimentos passam de R$ 5,6 bilhões na Geração Distribuída.

Se não teve oportunidade de comparecer ou expor esse ano, já pode organizar a agenda pois o evento está com data marcada. Nos dias 25-27 de agosto de 2020, os maiores players do mercado solar se encontrarão no mesmo local: Expo Center Norte/SP.

O que foi lançamento no mercado esse ano?

Em busca de trazer mais inovação ao setor fotovoltaico, novas soluções estão sendo trabalhadas pelas empresas. A SolarView, por exemplo, apresentou ao mercado fotovoltaico: 

A SolarView Business, o  software de geração de propostas comerciais fotovoltaicas que permitem realizar o pré-projeto e trazer todas as informações de equipamento, informações financeiras, a simulação da geração de energia e retorno financeiro para os clientes em apenas alguns minutos. Além disso, possibilita a gestão da equipe comercial e comissionamento.

A revisão da REN 482

Ao longo de 2019, muitas discussões, debates e análises focadas na compensação de créditos aconteceram envolvendo todos os agentes do setor. Para relembrar, todo o processo de revisão da REN 482 iniciou em Maio de 2018. Desde então, consultas públicas e audiências expõem os cenários possíveis para a mudança. São eles:

 

Fonte: ANEEL, NT 062/2018

Destaco o cenário 0 e o 5, pois na alternativa 0 mantém-se a regra atual, ideal para o consumidor, pois permite a abatimento dos créditos de energia elétrica sobre todas as componentes tarifárias. Enquanto a Alternativa 5 permitiria a compensação dos créditos apenas sobre a componente de energia da TE.

É válido ressaltar que ainda nada foi decidido mas quem já possui Geração Distribuída (GD) mantém dentro do sistema atual até 2030, a ANEEL já sinalizou que as decisões futuras não afetará os prosumidores que já tenham se conectado à rede. Já os novos pedidos de acesso após a publicação da norma passarão por alterações, claro que haverá período para adaptação às novas compensações.

O mais importante apesar das modificações propostas, é perceber que o investimento em sistemas fotovoltaicos ainda será significativo pela descentralização da geração, sustentabilidade, empregabilidade. Fato é: a GD veio para ficar.

Crescimento do mercado

O crescimento da energia solar fotovoltaica no Brasil não é nenhum mistério, ao observar essa expansão, o SENAI teve a iniciativa de ampliar a demanda de profissionais qualificados no mercado. Por isso, aumentou a oferta em cursos e investiu em mais 10 escolas para acompanhar às necessidades desse setor.

O presidente do conselho de administração da ABSOLAR, Ronaldo Koloszuk, ressaltou que “Com o mercado crescendo exponencialmente, existe uma demanda elevada no setor por profissionais capacitados para instalar sistemas em residências, comércios, indústrias, propriedades rurais, prédios públicos e em usinas de grande porte”.

Outro indício da expansão desse mercado, é uma estimativa do Sebrae que serão novas 5 mil empresas de energia solar abertas no Brasil até 2020.


Agora que relembrou os fatos marcantes de 2019 sobre GD, reflita: o que esperar de 2020

Estamos chegando quase no fim de 2019, é hora de começar a se planejar para o próximo ano, preparar para as mudanças e evoluções do mercado. Por isso, nossa dica é mantenha-se informado, faça uma boa análise do que é deverá ser prioridade no novo ano, questione se os objetivos anteriores foram atingidos assim ficará mais fácil projetar os próximos passos para continuar conquistando novos espaços no setor de Geração Distribuída.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *



Popular Posts
Popular Posts
Procurar

    Assine nossa
    Newsletter

    Acompanhe as novidades por email

    This error message is only visible to WordPress admins

    Error: No connected account.

    Please go to the Instagram Feed settings page to connect an account.